top of page
  • Foto do escritorRaquel Lhullier

O que aprendemos com os animais de estimação?



Esse texto é uma reflexão sobre aqueles seres que chegam aos nossos lares e transformam nossas vidas. Estava relendo o texto Conviver com os animais, que escrevi na primeira edição do livro Pausa no Cotidiano com o enfoque dos benefícios deles para o desenvolvimento emocional das crianças e relembrei que na época enquanto eu produzia o livro eu tinha no meu colo uma gatinha chamada Bela. Estivemos juntas durante 17 anos. Quantas experiências ao seu lado e quanto aprendizado!


A forma como os animais de estimação entram nas nossas vidas pode ser muito variada e é importante termos clareza das diferentes motivações que estão por trás da chegada deles e o que eles representam para todos.


Existem inúmeros aprendizados que temos com o convívio com eles, seguem algumas reflexões:

  • Ao tomar uma decisão como esta é muito importante termos consciência do trabalho e cuidado que vai exigir de todos os membros da família e que mesmo que as crianças se comprometam com tarefas de cuidados compatíveis às suas idades, nós os pais  que somos os tutores responsáveis pelos animais.

  • Muitas vezes as crianças imaginam apenas o lado do convívio divertido e prazeroso com os animais e na prática vivenciam momentos difíceis como quando são filhotes e diante de adoecimentos por exemplo. Para isso é preciso muita calma e paciência, além de acolher as inseguranças e medos das crianças que podem surgir e mostrar que todos estão aprendendo e crescendo juntos.

  • O trabalho em equipe e colaboração se faz necessário, afinal são muitas as demandas e responsabilidades.

  • Muito do que as crianças compreendiam até então sobre como cuidar e ser cuidada vai ser colocada à prova na relação com eles. Surge um novo movimento de como é amar e ser amado.

  • Através do convívio a criança também vai consolidando o valor da companhia, da parceria e fidelidade assim como o treino da paciência e percepção de limites.

  • A criança vai percebendo o poder de socialização do seu animal de estimação e o quanto de conexão social eles possibilitam estabelecer.

  • O convívio com eles é um convite a presença, a contemplação do momento presente e as coisas simples da vida.

  • Tocar, fazer carinho no animal de estimação pode melhorar a atividade cerebral trazendo benefícios ao cérebro além de estimular a liberação de hormônios, substâncias relacionadas a segurança e bem-estar


Agora enquanto finalizo a escrita, olho para o lado e vejo o nosso novo integrante da família querendo brincar, um cachorro muito amoroso que muito já está nos ensinando.


E para você quais foram ou quais são os seus aprendizados até agora?


Publicado no Diário Popular (Pelotas RS) Outubro 2023





4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page